O garoto do ano Tú

Após o nascimento de um bebê Coreano somente aos parentes próximos são permitidas visitas (isso dura por pelo menos 100 dias). Historicamente isto tem sido feito porque a mortalidade infantil dos bebês era muito alta, e logo após esse período é feita uma grande festa chamada baeg-il, 백일, (baeg = 100, il = dias).

Tradicionalmente, os pais e os familiares oravam aos Samsin, 삼신 (Sam = três, Sin = Deuses) por riqueza, saúde, sorte e longevidade; após, uma celebração era feita com muitos pratos especiais, mas hoje em dia, algumas festas se resumem somente à comida…

Quando um bebê Coreano completa 1 ano de vida, é feita uma outra festa para celebrar a sobrevivência da criança durante o pior ano – o primeiro, como antigamente a taxa de mortalidade dos bebês era muito alta, completar o primeiro ano era o marco do potencial de sobrevivência da criança. Essa festa era e é chamada Dol, 돌, mais comida, mais orações aos deuses, presentes e o tão famoso “teste de carreira para bebês”. Esse teste era – e ainda é – muito especial porque distingue a futura carreira da criança. O bebê senta junto à mesa, e à sua frente há uma série de coisas, como um carretel de linha, um lápis, dinheiro, arroz e etc. Cada item corresponde a um destino e acredita-se que aquilo que o bebê pegar poderá ser a sua carreira no futuro, como: Estetoscópio = medicina, Carretel = vida longa, Dinheiro = riqueza, Arroz = fartura, etc, mas hoje em dia isso é levado mais como uma brincadeira.

Li sobre isso no blog da Selma, para mais detalhes cliquem aqui.

um-doce-dia-garoto-ano-tu-09Por isso o primeiro aniversário de um bebê Coreano é culturalmente tão importante. Existem também vários outros fatores, como a escolha do nome, os apelidos, e etc… E um ponto que eles levam super em conta na hora da escolha é o calendário cronológico, (assim como os Chineses, veja calendário Chinês), eles também definem os anos e as horas por signos do Zodíaco Chinês.

Tudo isso para explicar que o tema dessa festa não poderia ter mais sentido do que tem: Ano Tú = Ano do Coelho.

um-doce-dia-garoto-ano-tu-01

um-doce-dia-garoto-ano-tu-02

um-doce-dia-garoto-ano-tu-03

um-doce-dia-garoto-ano-tu-04

um-doce-dia-garoto-ano-tu-05

um-doce-dia-garoto-ano-tu-06

um-doce-dia-garoto-ano-tu-07

um-doce-dia-garoto-ano-tu-08Fotografias: Janice Ong Photography | Elizabeth + Rich Photography

About Carla Antoni

Olá eu sou Carla Antoni. Formada em Design de Moda e amante da gastronomia; amo aproveitar meu tempo com receitas, moda, beleza, artesanatos e decorações.

5 thoughts on “O garoto do ano Tú

  1. Que legal!
    Adorei conhecer.
    Acho que mesmo sem a cultura coreana, minha mãe deve ter colocado muitos lápis e papéis na minha frente! rs
    Muito bacana a festa e colorida.
    bjs

  2. Nossa adorei esse post!
    O legal foi que você completou a história com o ensaio da festa de aniversário, caiu super bem!
    Não sabia dessa festa, achei muito interessante, de certa forma da um pouco de dó dessa mortalidade grande que afastava as crianças dos outros parentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *